Project Management Knowledge Base – Conhecimento e Experiência em Gerenciamento de Projetos

Clique Aqui para uma busca avançada.

NBR 15575 – Sistema e Elemento

Publicado em 22/08/2017

No post anterior falamos sobre as garantias e vimos que a responsabilidade destas garantias passa por todos os atores do empreendimento: projetistas que calculam e especificam, fabricantes de materiais, construtores e subempreiteiros, e usuário final. Todos estão comprometidos com a garantia da habitação, que é formada por seus sistemas e elementos.

A Norma define sistema como a “maior parte funcional do edifício. Conjunto de elementos destinados a atender a uma macrofunção que o define (por exemplo, fundação, estrutura, pisos, vedações verticais, instalações hidrossanitárias, cobertura)”. Ver Página 10, Item 3.39, Parte 1.

E a Norma define elemento como sendo “parte de um sistema com funções específicas. Geralmente é composto por um conjunto de componentes (por exemplo, parede de vedação de alvenaria, painel de vedação pré-fabricado, estrutura de cobertura1)”. Ver Página 7, Item 3.14, Parte 1.

Vejamos um exemplo relacionado ao sistema hidrossanitário. Este sistema pode ser subdividido em outros subsistemas: instalações de água fria, instalações de água quente, rede coletora de esgoto sanitário, ventilação e outros.

Por sua vez estes subsistemas são compostos de elementos. A instalação de água fria de um edifício com múltiplos pavimentos tem a medição da concessionária, reservatório inferior, linha de recalque, reservatório superior, barrilete, prumadas para os apartamentos e distribuição de ramais internos.

Por sua vez temos para cada elemento descrito, elementos básicos: as peças (tubos, conexões, registros, adesivos, fitas de vedações, etc).

Fica claro que os projetistas são responsáveis pela garantia do sistema no que ser refere ao dimensionamento e especificações de materiais. Os fornecedores respondem pela garantia dos elementos mais simples: os materiais. Os construtores respondem pela garantia da construção do sistema e o morador pela garantia da manutenção do sistema, conforme estabelecido pelo projetista.

Do exposto fica evidente que todos devem compartilhar desta visão sistêmica, estabelecendo integração entre os atores desde o início do empreendimento e contribuindo para a construção de uma Arquitetura e Engenharia que possamos grafar com letra maiúscula.

Nota 1: Só para lembrar, A Norma não abrange o sistema instalações elétricas, no entanto, isto não nos exime da responsabilidade pelo seu desempenho.

 

Sobre o Colunista:

Roberto Guidugli, Engenheiro Civil, Especializado em Engenharia Econômica pela Fundação Dom Cabral e mestre pela UFMG. É consultor de várias empresas privadas e estatais. Consultor associado a Luis Borges Assessoria em Gestão. Como professor, ministra cursos in company e em vários cursos de pós-graduações (lato sensu): UFMG, Cefet-MG e Fumec, entre outros. Possui artigos publicados no Brasil e no exterior.

E-mail de contato: meta@consultoresmeta.com.br

Se você tem comentários, sugestões ou alguma dúvida que gostaria de esclarecer, aproveite o espaço a seguir.

Imprimir

Editor

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

Li e concordo com a Política de Privacidade

Compartilhe:

Av. Prudente de Morais, 840 Conjunto 404

++55(31) 3267-0949

contato@pmkb.com.br

Seg á Sex de 09hrs á 18hrs