ICB (IPMA)

Significado da Sigla:

IPMA Competence Baseline

Livre Tradução:

Padrão de Competências IPMA

Instituto ou Associação:

IPMA – http://www.ipma.ch

Representação no Brasil:

IPMA Brasil – http://www.ipmabrasil.org

Certificação:

A certificação da IPMA é obtida por um criterioso processo, que inclui avaliação curricular e prova como itens eliminatórios, além de uma entrevista presencial perante uma banca. Cumprindo uma série de parâmetros e exigências estabelecidos pela IPMA, o gestor tem um percurso estruturado para  o desenvolvimento de uma carreira em gestão de projetos onde as etapas são definidas pelos níveis de certificação. A certificação do IPMA é baseada no ICB (IPMA Competence Baseline):

  • Reconhecimento mundial;
  • Segue padrão Internacional;
  • 4 níveis de certificação (A, B, C e D);
  • Múltiplas exigências, é mais do que um exame e requer:
    • Conhecimento técnico;
    • Auto-avaliação;
    • Habilidades pessoais;
    • Entrevista;
    • Experiência comprovada como PM;
    • Adaptação às especificidades do país;
    • Áreas do conhecimento, algumas selecionadas em função do país;
    • Exames no idioma do país;
    • Não há conflito com outras certificações;

Benefícios de um programa de certificação: – Para os profissionais:

    • Um certificado internacionalmente reconhecido das suas qualificações e competências.

– Para os prestadores de serviços:

    • A demonstração da qualificação e competência profissional dos seus empregados.

– Para os clientes:

    • Assegurar que são recebidos serviços de gestão de projetos profissionais e seguindo o mais atual estado da arte.

– Benefícios para as empresas:

  • Provê aos executivos uma ferramenta para:
    • Monitoramento e controle;
    • Balanço entre demandas concorrentes e recursos.
  • Refinamentos dos recursos requeridos e sua utilização;
  • Provê mecanismos de medição de performance;
  • Suporte e transparência à governança.

A IPMA optou por definir quatro níveis de competência:

  • IPMA Level A: o candidato deve demonstrar o uso bem sucedido dos elementos de competência na coordenação de programas e/ou portfólios; orientação no desenvolvimento de gestores de programa e/ou projeto e na utilização dos elementos de competência; envolvimento na implementação dos elementos de competência ou no desenvolvimento de metodologia, técnicas e ferramentas em projetos ou programas; se contribuiu para o desenvolvimento da profissão de gerenciamento de projetos com a publicação ou apresentação de artigos sobre a sua experiência ou novos conceitos.
  • IPMA Level B: o candidato deve demonstrar a utilização bem sucedida dos elementos de competência em situações de projeto complexas. Se o candidato também orientou gestores de (sub)projetos na utilização e implementação da competência.
  • IPMA Level C: o candidato deve demonstrar a utilização bem sucedida dos elementos de competência em situações de projeto com complexidade limitada. Se o candidato necessita orientação no desenvolvimento futuro do elemento de competência.
  • IPMA Level D: só é validado o conhecimento dos elementos de competência (através de um exame escrito).

Mais Informações:

International Project Management Association – IPMA®, no Brasil conhecida como Associação Internacional de Gestão de Projetos, é uma organização sem fins lucrativos com foco na capacitação profissional na área de gerenciamento de projetos. Trata-se de uma rede Internacional de Associações de Gerenciamento de Projetos, onde cada país tem autonomia para atuar nacionalmente, levando em consideração os requisitos e necessidades locais, desde que mantenham as diretrizes da IPMA®. Para atender às necessidades dos interessados ​​na aplicação prática do ICB®, o processo de certificação é descrito para cada nível, juntamente com uma taxonomia e uma folha de auto-avaliação. A abordagem da IPMA® para gerenciamento de projetos é dividido em 46 elementos de competência, que abrange a competência técnica para gerenciamento de projetos (20 elementos), o comportamento profissional do pessoal de gerenciamento de projetos (15 elementos) e as relações com o contexto dos projetos, programas e portfólios (11 elementos). O ICB®, na sua versão 3 lançada em 2006, é baseado no “olho da competência” que representa a integração de todos os elementos de gerenciamento de projeto como vistos através dos olhos do gerente quando avaliando uma situação específica. O olho também representa claridade e visão. A competência é definida como uma coleção de conhecimentos, atitude pessoal, habilidades e experiência relevante necessária para o sucesso em uma determinada função.

Olho de Competências do ICB-IPMA

Olho de Competências do ICB-IPMA – clique para ampliar

O IPMA® é um modelo de certificação baseado em competências. É versátil, coerente, sólido e cria desafios ao crescimento profissional do gerente de projetos. O modelo 4LC de Certificação por Competências é a melhor forma de verificar o aproveitamento nas dimensões do conhecimento tácito e explícito, por meio da verificação das Competências Técnica, Contextuais e Comportamentais, estes elementos integrados durante a gestão de projetos proporcionam ao gerente de projetos avaliarem situações específicas e decidir pelas ações apropriadas para o projeto. Ele é baseado em 4 níveis de certificação, iniciando-se no nível D, o mais baixo, até o mais alto que é o nível A.   Estes níveis variam de acordo com o conhecimento de gestão de projetos, passando por gerentes sênior, membros da equipe do projeto, subgerentes, gerentes de projeto, gerentes de programa e gestores de portfólio. Pode ser considerado um ponto controverso,  este modelo requerer um número mínimo de anos de experiência para certificar o candidato a certo nível (de D a A), enquanto que a combinação de competências pode não ser necessariamente equivalente ao número de anos de experiência, enquanto alguns profissionais podem estar em um nível de alta competência em outra área possuem pouca experiência e vice-versa. A forma como se apresenta os métodos de gerenciamento de projetos é contrário do apresentado em outras estruturas que incidem sobre os processos em fases de gestão de projetos, aqui se centra na pessoa que vai aplicar as atividades desses processos (o gerente de projeto) e que e como ele será executado. O IPMA® não recomenda ou inclui específicas metodologias, métodos e ferramentas porque ambos  podem ser definidos pela organização desta maneira o gerente de projetos deveria escolher o método apropriado para uma situação específica do projeto.

Assim, o uso mais adequado do ICB® é avaliar e adequar o nível do gerente de projetos e recursos para o tamanho do projeto e seu grau de complexidade, como uma garantia do melhor esforço para o sucesso do projeto. Isto é independente da indústria, e aplicável a quase todos os tipos de projeto.
Uma das diferenças do ICB® em relação ao PMBOK® é que o guia elaborado pelo PMI® refere-se basicamente ao conhecimento em Gestão de Projetos, já o guia do IPMA dá ênfase ao conceito de projetos complexos, chegando-se a estudar a teoria da complexidade para ajudar no tratamento de tais projetos.
A seguir o mapa de competências segundo o IPMA:

Mapa de Competências do ICB-IPMA

Mapa de Competências do ICB-IPMA – clique para ampliar

Framework:

Framework para Gerenciamento de Projetos baseado no ICB-IPMA

Framework doICB (IPMA) – clique para ampliar

Referências:

– http://ipma.ch – http://ipmabrasil.org