Project Management Knowledge Base – Conhecimento e Experiência em Gerenciamento de Projetos

Clique Aqui para uma busca avançada.

Como planejar as respostas aos riscos em projetos

Publicado em 07/03/2018

O Gerenciamento de Riscos é uma das balas de prata do gerenciamento de projetos.

Eu realizei uma pesquisa, com 202 projetos no Brasil, para verificar a relação entre práticas e o sucesso dos projetos. Conclui que os resultados de prazo, de custo e de atendimento aos objetivos do negócio foram predominantemente influenciados pelas práticas de gerenciamento de “Riscos”. Caso queira saber mais acerca dessa pesquisa, consulte o meu artigo As Balas de Prata no Gerenciamento de Projetos. 

De acordo com a pesquisa, o planejamento do gerenciamento de riscos não foi feito, de forma sistematizada, em cerca de 60% dos projetos. A análise quantitativa foi feita em somente cerca de 30% dos projetos. Também o monitoramento e o controle de riscos, apresentaram índices baixos, sendo utilizadas para esse fim as reuniões de acompanhamento em 53% dos projetos.

O gráfico a seguir apresenta um resumo do percentual de utilização das práticas na área de Gerenciamento de Riscos nos Projetos. Percebe-se que a grande maioria está abaixo dos 40%.

Como podem ver, há uma baixa maturidade no gerenciamento de riscos em projetos no Brasil. Pesquisas quantitativas, realizadas por Ibbs & Kwaak nos EUA, Sukhoo no oeste europeu e por Sonnekus & Labuschagne na África do Sul, verificaram que a área de conhecimento “gerenciamento de riscos” foi a que teve a menor avaliação de maturidade do gerenciamento de projetos em várias organizações (2,85; 1,84 e 2,65, respectivamente, em uma escala de 1 a 5). Temos aí, portanto, uma oportunidade significativa de melhoria.

 carlos_magno

Sobre o Autor:

Carlos Magno da Silva Xavier (Doutor, PMP), Diretor do Grupo Beware – Eleito, em 2010, uma das cinco personalidades brasileiras da década na área de gerenciamento de projetos. É autor/coautor de 14 livros, Doutor em Administração pela Universidad Nacional de Rosário, Mestre pelo Instituto Militar de Engenharia (IME) e certificado Project Management Professional (PMP) pelo Project Management Institute (PMI). É sócio-diretor da Beware Consultoria Empresarial e professor do MBA em Projetos da Fundação Getúlio Vargas desde 2001. Sua experiência profissional, de mais de 20 anos em gestão de projetos, programas e portfólio, inclui a consultoria em várias organizações, como TIM, Marinha do Brasil, BR Distribuidora, Petrobras, Halliburton, SESC-Rio, Eletronuclear, Eletropaulo, Odebrecht, Shopping Iguatemi entre outras. E-mail de contato: magno@beware.com.br – Site: http://beware.com.br

Se você tem comentários, sugestões ou alguma dúvida que gostaria de esclarecer, aproveite o espaço a seguir.

Imprimir

Editor

  1. Evandro Marques disse:

    Segundo o artigo, o gerenciamento dos riscos de um projeto é constamente negligenciado pela maior parte das empresas no Brasil, um dos motivos para este feito é que ainda temos uma cultura de pouco planejamento e muito esforço, sem um correto planejamento dos riscos é impossível estar preparado para as surpresas que podem aparecer. Empresas que dedicam tempo para o planejamento das respostas aos riscos possui maiores chances de sucesso em seus projetos.

Deixe uma resposta

Li e concordo com a Política de Privacidade

Compartilhe:

Av. Prudente de Morais, 840 Conjunto 404

++55(31) 3267-0949

contato@pmkb.com.br

Seg á Sex de 09hrs á 18hrs