Project Management Knowledge Base – Conhecimento e Experiência em Gerenciamento de Projetos

Clique Aqui para uma busca avançada.

Gerenciamento de Integração do Projeto | PMBOK 6ª Edição

Publicado em 01/02/2019

No Gerenciamento de Integração do projeto todos os processos devem ser detalhadamente e constantemente coordenados buscando sua integração de modo a garantir o melhor desempenho do projeto, com o menor custo e maior qualidade dos resultados, desta forma, alcançando também os objetivos e sucesso do projeto. O Gerenciamento de Integração envolve a tomada de decisões e escolhas diretamente ligada aos objetivos do projeto e aos processos das etapas de desenvolvimento e execução do plano do projeto, assim como ao processo de controle de alterações.

Visando assegurar essa harmonia entre os processos o gerenciamento de integração descreve os métodos necessários para uma visão geral dos processos do gerenciamento da integração do projeto.

Para saber exatamente todas as alterações existentes na no PMBOK 6a Edição acesse nosso artigo: PMBOK 6a Edição – Detalhando o que mudou e melhorou.

Esta área de conhecimento inclui os processos e atividades necessárias para identificar, definir, combinar, unificar e coordenar os diversos processos e atividades de gerenciamento de projetos dentro dos grupos de gerenciamento de projetos.

De acordo com Valeriano (2000):

O GERENCIAMENTO DE INTEGRAÇÃO CONSISTE EM PROCESSOS QUE VISAM ASSEGURAR A COORDENAÇÃO DE TODAS AS ÁREAS CONHECIMENTOS DO GERENCIAMENTO DO PROJETO.

PARA ISSO A GESTÃO DA INTEGRAÇÃO INCORPORA E HARMONIZA, EM UM PLANO DO PROJETO, OS DADOS RELEVANTES DOS DEMAIS PLANOS, ORIENTA A EXECUÇÃO DESSE PLANO E EXERCE O CONTROLE DAS AÇÕES PREVISTAS.

Já para Vargas (2000):

O GERENCIAMENTO DE INTEGRAÇÃO DO PROJETO INCLUI OS PROCESSOS NECESSÁRIOS PARA ASSEGURAR QUE OS DIVERSOS ELEMENTOS DO PROJETO ESTEJAM ADEQUADAMENTE COORDENADOS, E TODOS OS PROCESSOS DE GERÊNCIA DE PROJETOS DEVEM SER INTEGRADOS.

No gerenciamento de integração do projeto temos o desenvolvimento do termo de abertura, da declaração preliminar do escopo e do plano de gerenciamento do projeto.

Além disso, a execução do plano de projetos, monitoração e controle do projeto, controle integrado de mudanças e por fim o encerramento de projetos.

Gerenciamento de integração

Os processos de Gerenciamento de Integração do Projeto atualmente descritos no PMBOK 6ª Edição são:

  • 4.1 Desenvolver o Tremo de Abertura do Projeto;
  • 4.2 Desenvolver o Plano de Gerenciamento do Projeto;
  • 4.3 Orientar e Gerenciar o Trabalho do Projeto;
  • 4.4 Gerenciar o Conhecimento do Projeto;
  • 4.5 Monitorar e Controlar o Trabalho do Projeto;
  • 4.6 Realizar o Controle Integrado de Mudanças;
  • 4.7 Encerrar o Projeto ou Fase.

A figura abaixo oferece uma visão macro dos processos apresentando ainda todas as entradas, ferramentas e técnicas e saídas:

Detalhadamente cada um deles:

4.1 Desenvolver o Termo de Abertura do Projeto

É o processo de desenvolver um documento chamado de Termo de Abertura que formaliza, oficialmente junto ao patrocinador, a existência do projeto.

Concede ainda ao Gerente de Projetos o poder necessário para aplicar recursos organizacionais no planejamento e execução do projeto para que o mesmo seja entregue.

Entradas

  1. Documentos de negócio
    • Business case;
    • Plano de gerenciamento de benefícios;
  2. Acordos;
  3. Fatores ambientais da empresa;
  4. Ativos de processos organizacionais.

Ferramentas e Técnicas

  1. Opinião especializada;
  2. Coleta de dados como:
    • Brainstorming;
    • Entrevista;
    • Grupo de discussão, entre outros;
  3. Habilidades interpessoais e de equipe
    • Gerenciamento de conflitos;
    • Facilitação;
    • Gerenciamento de reuniões;
  4. Reuniões.

Saídas

  • Termo de Abertura do Projeto;
  • Registro das Partes Interessadas.

4.2 Desenvolver o Plano de Gerenciamento do Projeto

Segundo o PMIBOK 6 edição:

PROCESSO DE DEFINIÇÃO, PREPARAÇÃO DO COORDENAÇÃO DE TODOS OS COMPONENTES DO PLANO E A CONSOLIDAÇÃO DE UM PLANO DE GERENCIAMENTO INTEGRADO DO PROJETO.

Este documento por sua vez não estará pronto logo no início do projeto.  Seu desenvolvimento é incremental a medida que os demais Planos são incorporados ao mesmo.

Entradas

  • Termo de Abertura do Projeto;
  • Saídas de outros processos;
  • Fatores ambientais da empresa;
  • Ativos de processos organizacionais.

Ferramentas e Técnicas

  • Opinião especializada;
  • Coleta de dados
    • Brainstorming;
    • Lista de verificação;
    • Grupo de discussão;
    • Entrevista;
  • Habilidades interpessoais e de equipe
    • Gerenciamento de conflitos;
    • Facilitação;
    • Gerenciamento de reuniões;
  • Reuniões.

Saídas

  • Plano de Gerenciamento do Projeto

4.3 Orientar e Gerenciar o Trabalho do Projeto

Este é o processo onde o Gerente de Projetos é responsável por conduzir as equipes envolvidas na execução do Plano do Projeto, implementando todas as atividades necessárias para entrega do projeto.  Tal processo é executado ao longo de todo o projeto.

Entradas

  1. Plano de gerenciamento do projeto;
  2. Documentos do projeto
    • Registro das mudanças
    • Registro das lições aprendidas
    • Lista de marcos;
    • Comunicações do projeto;
    • Cronograma do projeto;
    • Matriz de rastreabilidade dos requisitos;
    • Registro dos riscos;
    • Relatório dos riscos;
  3. Solicitações de mudanças aprovadas;
  4. Fatores ambientais da empresa;
  5. Ativos de processos organizacionais.

Ferramentas e Técnicas

  1. Opinião especializada;
  2. Sistema de informação de gerenciamento de projetos;
  3. Reuniões.

Saídas

  1. Entregas;
  2. Dados de desempenho do trabalho;
  3. Registro das questões;
  4. Solicitações de mudança;
  5. Atualização do plano de gerenciamento do projeto;
    • Qualquer componente;
  6. Atualização de documentos do projeto:
    • Lista de atividades;
    • Registro de premissas;
    • Registro de lições aprendidas;
    • Documentação dos requisitos;
    • Registro dos riscos;
    • Registro das partes interessadas;
  7. Atualização de ativos de processos organizacionais.

4.4 Gerenciar o Conhecimento do Projeto

Este processo baseia-se na utilização dos conhecimentos e na criação de novos para atingir o objetivo do projeto, contribuindo de uma forma geral no aprendizado da organização.

Aqui conhecimentos organizacionais de projetos anteriores são utilizados na produção ou aprimoramento do projeto atual, ficando tal conhecimento disponível para atividades de Ongoing ou projetos futuros.

Entradas

  1. Plano de gerenciamento do projeto
    • Todos os componentes
  2. Documentos do projeto
    • Registro das lições aprendidas
    • Designação da equipe do projeto;
    • Estrutura analítica de recursos;
    • Critérios para seleção de fontes;
    • Registro das partes interessadas;
  3. Entregas;
  4. Fatores ambientais da empresa;
  5. Ativos de processos organizacionais.

Ferramentas e Técnicas

  1. Opinião especializada;
  2. Gerenciamento de conhecimento;
  3. Gerenciamento de informações;
  4. Habilitadas interpessoais e de equipe:
    • Escuta ativa;
    • Facilitação;
    • Liderança;
    • Rede de relacionamento;
    • Consciência política.

Saídas

  1. Registro das lições aprendidas;
  2. Atualização do plano de gerenciamento do projeto;
    • Qualquer componente.
  3. Atualização de ativos de processos organizacionais.

4.5 Monitorar e Controlar o Trabalho do Projeto

Este é o processo de estudo e acompanhamento geral de todo o progresso do projeto permitindo que as partes interessadas sejam constantemente atualizadas sobre a atual situação do projeto, os avanços, riscos, problemas, recomendações e qualquer outra informação relevante para o público em questão.

Entradas

  1. Plano de gerenciamento do projeto;
    • Qualquer componente;
  2. Documentos do projeto
    • Registro de premissas;
    • Bases de estimativas;
    • Previsões dos custos;
    • Registro das questões;
    • Registro das lições aprendidas;
    • Lista de marcos;
    • Relatórios de qualidade;
    • Registro dos riscos;
    • Relatório dos riscos;
    • Previsões do cronograma;
  3. Informações sobre o desempenho do projeto;
  4. Acordos;
  5. Fatores ambientais da empresa;
  6. Ativos de processos organizacionais

Ferramentas e técnicas

  1. Opinião especializada;
    • Análise de dados;
    • Análise de alternativas;
    • Análise de custo benefício;
    • Análise de valor agregado;
    • Análise de causa raiz;
    • Análise de Tendências;
    • Análise de variação
  2. Tomada de decisão;
  3. Reuniões.

Saídas

  1. Relatório de desempenho do trabalho;
  2. Solicitações de mudança;
  3. Atualizações do plano de gerenciamento do projeto;
    • Qualquer componente;
  4. Atualizações de documentos do projeto
    • Previsões de custos;
    • Registro das questões;
    • Registro das lições aprendidas;
    • Registro dos riscos;
    • Previsões do cronograma.

4.6 Realizar o Controle Integrado de Mudanças

Processo onde todas as Solicitações de Mudança são analisadas, aprovadas ou rejeitadas a partir de um fluxo previamente definido, divulgado e de conhecimento de todos.  Através deste todas as solicitações são revisadas seja para documentos do projeto, entregas ou no plano de gerenciamento do projeto.

O grande benefício deste processo é que todas as solicitações são agrupadas e tratadas de forma integrada, mitigando riscos de alterações de escopo, custo ou qualquer outro componente que possa impactar na entrega final do produto ou serviço.

Entradas

  1. Plano de gerenciamento do projeto
    • Plano de gerenciamento de mudanças
    • Plano de gerenciamento de configuração;
    • Linha de base do escopo;
    • Linha de base do cronograma;
    • Linha de base dos custos;
  2. Documentos do projeto
    • Bases das estimativas
    • Matriz de rastreabilidade dos requisitos;
    • Relatório de riscos
  3. Relatórios de desempenho do trabalho;
  4. Solicitações de mudança;
  5. Fatores ambientais da empresa
  6. Ativos de processos organizacionais

Ferramentas e Técnicas

  1. Opinião especializada;
  2. Ferramentas de controle de mudanças
    • Análise de dados
    • Análise de alternativas;
    • Análise de custo benefício;
  3. Tomada de decisões
    • Votação
    • Tomada de decisões autocrática;
    • Análise de decisão envolvendo critérios múltiplos;
  4. Reuniões.

Saídas

  1. Solicitações de mudança aprovadas;
  2. Atualizações do plano de gerenciamento do projeto;
    • Qualquer componente;
  3. Atualizações de documentos do projeto;
    • Registro das mudanças.

4.7 Encerrar o Projeto ou Fase

Este processo é responsável pelo encerramento formal do projeto ou de uma fase do mesmo, indicando a finalização de todas as atividades, aquisições e desmobilizações, entre outros, liberando os recursos disponibilizados pela organização para o projeto para que sejam realocados em outro empreendimento.

Entradas

  • Termo de abertura do projeto;
  • Plano de gerenciamento do projeto
  • Todos os componentes;
  •  Documentos do projeto
    • Registro de premissas;
    • Bases das estimativas;
    • Registro das mudanças;
    • Registro das questões;
    • Registro das lições aprendidas;
    • Lista de marcos;
    • Comunicações do projeto;
    • Medições de controle da qualidade;
    • Relatórios de qualidade;
    • Documentação dos requisitos;
    • Registro dos riscos;
    • Relatório de riscos;
  • Entregas aceitas;
  • Documentos de negócio
    • Business case;
    • Plano de gerenciamento dos benefícios;
  • Acordos;
  • Documentação de aquisições;
  • Ativos de processos organizacionais

Ferramentas e Técnicas

  1. Opinião especializada;
  2. Análise de dados
    • Análise de documentos;
    • Análise de alternativas;
    • Análise de tendência;
    • Análise de variação;
  3. Reuniões.

Saídas

  1. Atualizações do plano de gerenciamento do projeto;
    • Qualquer componente;
  2. Registro das lições aprendidas;
  3. Transição do produto, serviço ou resultado final;
  4. Relatório final;
  5. Atualizações dos ativos de processos organizacionais.

Conclusão

O gerenciamento de integração do projeto envolve a coordenação de todas as interfaces e os processos das outras áreas do conhecimento através do ciclo do projeto.

Em projetos de TI, principalmente na área de software, esse tipo de gerenciamento torna-se um pouco mais complexo porque a tecnologia está sempre em inovação e transição. O estudo em questão focou a importância da integração nos projetos de maneira geral não importa em que projeto.

A integração deve estar presente em todos os tipos de projetos para que se haja uma harmonia e comunicação entre todas as áreas envolvidas. Portanto organizações precisam incorporar o conceito de integração se quiserem alcançar seus objetivos.

O crescimento da competitividade exige delas um gerenciamento eficiente de seus projetos, e a integração é fundamental para que o Planejamento Estratégico na prática – Diferenciação frente a concorrência seja colocado em prática.

 

Sobre o autor:

Jefferson Duarte – Gerente de Programas e Projetos na empresa Claro Brasil. Certificaçação PMP®, ITIL® e MCTS® em Microsoft Project. MBA Executivo Internacional em Gerenciamento de Projetos pela FGV e Gestão de Projetos de T.I. pelo IBTA. Pós-Graduado em Tecnologia WEB para Sistemas de Gestão Empresarial. Graduado em Ciências da Computação. Atuação profissional na área de T.I. com Processos e Projetos por mais de 15 anos. E-mail: contato@gp4us.com.br e site: https://www.gp4us.com.br

Imprimir

Editor

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

Li e concordo com a Política de Privacidade

Compartilhe:

Av. Prudente de Morais, 840 Conjunto 404

++55(31) 3267-0949

contato@pmkb.com.br

Seg á Sex de 09hrs á 18hrs