Project Management Knowledge Base – Conhecimento e Experiência em Gerenciamento de Projetos

Clique Aqui para uma busca avançada.

Gestão por Princípios, baseado no Modern Agile

Publicado em 23/11/2020

Neste momento de distanciamento social, sem limite entre casa e trabalho. Ficamos até sem aquele café para esfriar a cabeça. Os desafios não param, os projetos chegam e os prazos correm. Todos em busca de caminhos para preservar a saúde, manter a comunicação e a produtividade. De alguma forma, nos adaptamos e mantemos a roda girando, somos todos bons nisso, mas o que realmente pode fazer a diferença? O que mais importa, além dos processos e responsabilidades?

Sempre dizemos que a Daily é a reunião do time, mas agimos assim? Quando nos deparamos com problemas, buscamos a solução ou culpados? Seja honesto com você e pergunte-se:  Você confia no seu time em casa? Essa pode ser a pergunta do ano, ou ainda, até confio, mas todos agirão de acordo? A resposta é simples e sonora… Não, pois as pessoas são diferentes, não haverá uma igual a outra, e acredite, isso é bom! Pois, a diversidade enriquece o trabalho, o produto, as rela&c cedil;ões… E, no contexto atual, como podemos potencializar essa parceria para gerar resultados?
Compartilho minha experiência, com gestão por princípios baseada no Modern Agile (https://modernagile.org/):

  1. Torne as pessoas incríveis;
  2. Faça da segurança um pré-requisito;
  3. Experimente e aprenda rapidamente;
  4. Agregar valor continuamente.

Parece simples, vamos conversar? 1º Princípio: Torne as pessoas incríveis. Para isso, você precisa conhecê-las e esse é o melhor momento! Pois, entre uma reunião e outra, por vídeo conferência, podemos conhecer os filhos, barulhos e até os pets. Resumidamente, o Scrum Master deve: disseminar o SCRUM, facilitar, remover impedimentos, estar à disposição… E, isso não pode se limitar ao escritório, principalmente agora, que o office é o home, ou seja, facilitar e estar à disposição. Não apenas para os desafios do dia a dia, mas para ou vir também. Muitas pessoas trabalham na mesa onde almoçam, jantam e isso pode ser um pouco tenso. Nunca foi sobre ter ou não ter a resposta, não é a questão, mas sobre empatia. Em uma dessas conversas, identifiquei que meu filho e o filho de uma colega jogam Fortnite e juntamos os meninos! Tornar as pessoas incríveis, vai depender do quanto você vai contribuir para que atinjam o potencial e cada pessoa tem uma jornada. Por isso, seja humano, comece a ouvir, conhecer e respeitar mais.

2º Faça da segurança um pré-requisito, pois quando não nos sentimos seguros, pouco contribuímos, demoramos para tomar decisões e temos receio da exposição. Sem um propósito, perdemos a “pegada” do que fazemos, aquele famoso brilho nos olhos. Embora seja uma questão muito abrangente, nosso desafio é proporcionar condições para que as pessoas se sintam seguras, acreditem no trabalho, pois, pensando Lean: Não queremos desperdiçar tempo ou conhecimento. Assim como, devemos zelar pela reputação individual, do time e corporativa. Seja lá qual for a contribuiç&ati lde;o, escute e trate como gostaria de se tratado.

3º Experimentar e aprender rapidamente, será possível, se conseguirmos essa segurança no ambiente. Pois, isso potencializará as experiências, estimulará a criatividade, a comunicação e os resultados por consequência! Seja para inovações, melhorias ou até erros. Sim, podemos erras, afinal, errar é provável em alguns cenários. Se dúvida, basta abrir a Matriz de Stacey para estimar o quanto. Cientes disso, quando errar, a regra é ser rápido e barato. Quando erramos, aprendemos alguma coisa ou nunca sairíamos do lugar. Não de trata apenas de levantar e continuar erran do, mas de errar rápido e continuar aprendendo. PDCA, sabe? rs. Quem nunca, perdeu um trabalho e recomeçou, na segunda vez, tem que ser melhor e mais rápido.

O último princípio, 4º Agregar valor continuamente, semelhante com o primeiro princípio do Manifesto Ágil, ou seja, trabalhar com entregas incrementais, Sprints, reduzindo riscos, aprendendo e entregando valor. Isso se aplica no time também, pois, tornar as pessoas incríveis, contribuirá para um produto de maior valor. Afinal, somos a parte que pode superar as expectativas! Porque se fosse fácil, os projetos eram entregues em fábricas e todos iguais. Não existe mundo perfeito, por isso, nossa capacidade de adaptação nos faz tão relevantes no mundo. Às vezes, quase sempre, o projeto começa subjetivo e progressivamente evolui, ultrapassando até o briefing inicial. Como um conhecido xarope que virou a Coca-Cola, por isso, mudanças são bem-vindas, mesmo com prazos reduzidos e solicitações de última hora.  &nbs p;

Tornar as pessoas incríveis, requer uma relação segura, que possamos confiar sem restrições. Acredito que alcançaremos a excelência operacional, quando tivermos a liberdade de dizer a verdade sobre o trabalho, uns dos outros. Sobre o trabalho e não sobre as pessoas, pois não acredito que as pessoas errem de propósito, não é ingenuidade, é justiça com um pouco de risco rs. De qualquer forma, será mais eficaz entregar ou aprender juntos. Essa transparência, além de pilar do SCRUM, deve estabelecer as regras, combinar o jogo mesmo, sem favoritismos ou exceções. Porque fazer parte de um time, significa ser igual, não ter crachá e trabalhar junto.

Enfim, não se trata apenas de quem deve, mas de como posso colaborar. Assim, todos terão oportunidades de acordo com seu caráter, experiência e conhecimento. Em um time, não se preza pela concorrência, mas pela colaboração, porque o resultado deve ser único e fazer apenas o seu, pode não entregar algo completo. Particularmente, considero prudente assumir que podemos aprender sempre mais uns com os outros, por isso, a diversidade é tão importante. Na dúvida, faça pelas pessoas, aquilo que gostaria que fizessem por você. Aproveita, seja grato e envia um Kudo (https://kudobox.co/) como reconhecimento para quem merece.

 

Sobre o autor:

Ricardo Carvalho –  Gerente de Operações no UOL EdTech, certificado e com experiência em projetos (PMP® e Ágil). Responsável pelo time de projetos, audiovisual e operações. Experiência EdTech desde 2002 na criação de soluções de aprendizagem corporativa, B2C. Estudo, exploro e contribuo na área de projetos e experiências de aprendizagem digital.  http://www.linkedin.com/in/ricardocarvalho1

Imprimir

Editor

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

Li e concordo com a Política de Privacidade

Compartilhe:

Av. Prudente de Morais, 840 Conjunto 404

++55(31) 3267-0949

contato@pmkb.com.br

Seg á Sex de 09hrs á 18hrs