Project Management Knowledge Base – Conhecimento e Experiência em Gerenciamento de Projetos

Clique Aqui para uma busca avançada.

Gestão Tradicional e Gestão Ágil: Métodos Concorrentes ou Complementares?

Publicado em 10/05/2019

Muito se fala sobre métodos ágeis e tradicionais de gerenciar projetos, mas a principal dúvida continua sendo se são concorrentes ou complementares. É importante frisar nesse tipo de discussão que as duas abordagens são excelentes, mas não são perfeitas, e por isso podem não serem adequadas para todo projetos Isso quer dizer que ambas têm certas fraquezas em áreas específicas (prazo, planejamento, execução, etc) de cada projeto. Contudo, quando usadas juntas, podem fortalecer a execução do projeto. Abaixo, você pode ler um resumo rápido sobre cada uma delas:

  • Gestão Ágil: recomendada para cenários complexos, com incertezas relacionadas aos requisitos, aos recursos e/ou à tecnologia envolvida.
  • Gestão Tradicional: boas práticas, como PMBOK, são recomendadas para projetos onde há o conhecimento total dos requisitos, recursos e/ou tecnologias. Nesse modelo, há fases bem longas de planejamento e execução (waterfall).

Diferenças entre Gestão ágil e Gestão tradicional

Vamos a um exemplo hipotético. Uma grande empresa que utiliza o PMBOK há anos está pensando em adotar métodos ágeis. A primeira pergunta que a equipe dessa empresa deve fazer é: por que? Não dá para implementar um tipo de gestão só porque está na moda ou porque alguém disse que é muito bom. Deve-se saber primeiro os tipos de projeto que sua empresa desenvolve e seus objetivos principais. Sabendo da diferença entre os dois métodos e das necessidades do projeto, fica mais fácil decidir pelo uso único ou integrado dos tipos de gestão.

Agora que você sabe a diferença, é preciso avisá-lo de que, em alguns casos, o uso de métodos ágeis pode comprometer escopo, cronograma e aumentar os custos. Um exemplo é quando na visão do cliente o produto deve ser entregue na sua totalidade. Neste caso, as boas práticas tradicionais, como o PMBOK, que preza por um cronograma eficiente, são mais adequadas.

Já a gestão ágil é recomendada para projetos que com um conjunto mínimo de funcionalidades sirvam para entregar valor. Outro caso é quando há uma incerteza muito grande sobre a solução ideal buscada pelo consumidor. Outra questão a ser observada pela empresa na hora da escolha está relacionada à cultura organizacional. Os colaboradores precisam acreditar nos métodos de gestão e saber utilizá-los, do contrário, haverá perda de tempo e dinheiro.

Pontos positivos e negativos da gestão ágil e da gestão tradicional

Nossa dica é analisar os pontos positivos e negativos de cada tipo de gestão para sua empresa e também a segmentação de projetos: quais serão conduzidos da maneira tradicional e quais da maneira ágil. Sabendo que ambas podem trabalhar juntas e optando por esse modelo, a empresa certamente vai precisar de uma tecnologia capaz de acompanhar o gerenciamento do projeto realizado desta forma.

Para isso, existem softwares específicos, que viabilizam operações em organizações que possuem o gerenciamento de projetos como um alicerce estratégico. Um deles é o NetProject, um gerenciador estratégico, de portfólio e projetos. Nele, estão a maioria das ferramentas essenciais para gestão tradicional e ágil como análise AHP, canvas do projeto, mapa estratégico, priorização do portfólio, portfólio explorer, plano do projeto, análise qualitativa de riscos, cronograma, ciclo do projeto, diagrama de rede, declaração de escopo, gráfico de gantt, organograma, entre outras.

Em suma, ambos os métodos têm suas vantagens e falhas, mas o mais importante é usá-los na gestão dos processos para atingir seus objetivos de negócio, obtendo ganhos de produtividade e também a satisfação de todos os envolvidos.

 

Sobre o autor:

Hayala Curto, CEO da Seed e idealizador do software NetProject (http://netproject.com.br/). Principal acionista da empresa, Hayala é mestrando em Informática pela PUC Minas, graduado em Ciência da Computação e tem MBA em Gerência de Projetos e Gestão Empresarial pela FGV. Tem mais de 15 anos de experiência coordenando projetos de TI. Especialista em plataforma WEB e Business Inteligence. Participou da criação e do desenvolvimento de diversos DataWarehouses e aplicações WEB corporativas para clientes como a Telemig Celular, Vale, Prefeitura de Betim, CEMIG, entre outros. É membro do PMI, Project Management Institute, atuante no capítulo de Minas Gerais, desde 2004.  E-mail de contato: contato@seedintelligence.com / http://www.seedintelligence.com

Imprimir

Editor

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

Li e concordo com a Política de Privacidade

Compartilhe:

Av. Prudente de Morais, 840 Conjunto 404

++55(31) 3267-0949

contato@pmkb.com.br

Seg á Sex de 09hrs á 18hrs