Paralisia do Mercosul já afeta indústria no Brasil

Se antes havia dúvidas se a crise do Mercosul teria alguma consequência além das declarações políticas de efeito, agora não há mais. Perto de duas dezenas de produtos, a maioria insumos industriais, tiveram os custos de importação majorados por falta de deliberação do bloco. A lista vai de tinta para impressão de tecidos a cones de lúpulo, usados na fabricação da cerveja.

“A paralisia do Mercosul está impossibilitando decisões”, afirma o consultor jurídico Anderson Stefani, que representa duas entidades da indústria de vidros. Desde o fim de agosto, as compras de filme de polivinil butiral, um insumo não produzido no Brasil, que eram taxadas a 2%, estão oneradas em 16%. Esse filme serve para impedir que um vidro, quando quebrado, se espalhe em cacos. É usado, principalmente, em automóveis e na construção civil.

Leia a notícia completa em: http://istoe.com.br

Deixe uma resposta