Project Management Knowledge Base – Conhecimento e Experiência em Gerenciamento de Projetos

Clique Aqui para uma busca avançada.

Gerenciamento de projetos na construção civil: 7 práticas essenciais

Publicado em 10/08/2018

Fazer uma boa gestão de atuação é essencial para atingir bons resultados — e na construção civil não é diferente. Um gerenciamento capacitado leva a um aumento na economia e na produtividade, além de diminuir os riscos e melhorar a qualidade.

Durante uma obra, é recomendado dar atenção a alguns aspectos principais. Eles indicam o desenvolvimento da construção e apontam quais são os caminhos para tomar decisões melhores.

A seguir, veja 7 boas práticas para o gerenciamento de projetos na construção civil e fique por dentro do tema!

1. Faça um escopo completo do projeto

Para saber o que controlar e qual é a importância de cada etapa, é fundamental ter um bom escopo. Ele serve como um tipo de mapa, que identifica os objetivos específicos da abordagem e como elas devem ser consideradas.

O escopo tem que incluir elementos como orçamento, mapeamento de processos, cronograma e metas. A ideia é descobrir exatamente o que precisa ser feito, a que tempo e com qual custo.

Para que a elaboração seja consistente com a obra, faça uma análise com projeções confiáveis. Utilizar dados de obras anteriores em locais parecidos ajuda a ter uma ideia do que deve ser feito. Para melhorar essa execução, é recomendado que o escopo não seja mudado constantemente, de modo a evitar alterações que não foram controladas.

2. Mantenha a flexibilidade em mente

Apesar de o escopo ser um elemento indispensável para o gerenciamento de projetos na construção civil, ele não deve ser completamente rígido. As obras estão sujeitas a condições incontroláveis e, por isso, é fundamental contar com alguma flexibilidade.

A melhor forma de lidar com o cenário é manter as opções abertas. Defina o prazo com alguns dias de antecedência, por exemplo, pois isso ajuda a cobrir imprevistos. Também é válido criar um fundo para emergências, já que obras sempre trazem surpresas.

Para não ser pego desprevenido, faça projeções otimistas e pessimistas, de modo a estar preparado para todos os casos. Estar disposto a adaptar o planejamento e driblar os imprevistos é uma das principais receitas para o sucesso dessa etapa.

3. Escolha uma metodologia de acompanhamento

Um gerenciamento de projetos na construção civil bem feito considera as necessidades específicas de cada realização. Então, é essencial analisar qual é a melhor metodologia para planejar e acompanhar.

Durante a elaboração do escopo, pode ser interessante utilizar uma matriz SWOT. Ela considera todas as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças à conclusão do projeto. É o momento de pensar na relação com os colaboradores, no risco de acidentes e até nos contratos de fornecimento. Dependendo do caso, a matriz de riscos apresenta quais são as situações catastróficas que devem ser evitadas.

Já na hora de gerenciar, o PDCA é um método que envolve planejar, agir, controlar e otimizar, de forma contínua. Se a intenção é reduzir os desperdícios de tempo e dinheiro, o método lean é voltado para usar apenas o necessário. Assim, cada realização tem exigências específicas que devem ser atendidas por tais escolhas.

4. Controle a produtividade das equipes externas

Quando o time já estiver em ação, é muito importante fazer um controle da produtividade e da atuação das equipes externas. Em primeiro lugar, é recomendado realizar boas designações de liderança, que serão responsáveis pela delegação de tarefas e por seu controle.

Em seguida, é o momento de avaliar como anda o desempenho do time. É importante, por exemplo, verificar como está a conclusão de tarefas em relação ao esperado e se alguma equipe tem ficado para trás quanto aos outros. Também é a hora de definir se existe um grupo de trabalho com um número elevado de refações, que podem indicar a falta de qualidade ao comparar com o que é previsto no escopo.

Para melhorar o controle, invista em ferramentas de comunicação. Softwares de gestão e de acompanhamento móveis ajudam a trocar dados em tempo real e a realizar um registro confiável e que embasa a tomada de decisão.

5. Divulgue os resultados de forma democrática

Embora o gerenciamento de projetos na construção civil ocorra de maneira centralizada, é interessante democratizar o acesso às informações colhidas. Permitir que todo o time acompanhe seus desempenhos faz com que as equipes entendam como devem se posicionar em relação às outras.

A transparência da gestão também ajuda a criar um feedback otimizado e efetivo. Como todos sabem quais são os resultados até o momento, não há dúvidas quanto às informações apresentadas. Isso favorece o redirecionamento de equipes, que entendem melhor o que deve ser feito.

Portanto, é recomendado democratizar o acesso à informação. Utilizar relatórios gerenciais, dashboards visuais e até plataformas coletivas ajudam a transmitir o conhecimento necessário, em busca de melhores resultados.

6. Cuide da inspeção final da obra

Embora a gestão aconteça de maneira mais intensa durante a execução, a finalização não deve ser ignorada. Para obter a satisfação do cliente, é essencial contar com uma inspeção final para garantir que tudo está conforme o previsto.

Faça uma análise do que foi realizado em relação ao planejado, como os custos reais e o tempo necessário. Não se esqueça de verificar a consistência do resultado da obra, como os elementos referentes ao acabamento.

Ter esse cuidado faz a diferença para que o escopo seja atendido em todos os seus níveis. Para facilitar a etapa, é recomendado contar com uma checklist, de modo que os pontos específicos sejam levados em consideração.

7. Aumente a inteligência para as próximas obras

O gerenciamento de projetos na construção civil, normalmente, acontece de maneira contínua. Então, é fundamental utilizar as experiências e os dados prévios para otimizar a atuação no futuro.

O ideal é fazer um registro de dados e ocorrências, como motivos de atraso ou custos imprevistos. Embora essas sejam situações indesejáveis, trazem novos níveis de aprendizado no futuro.

Novamente, o uso de um software é determinante. Com o emprego da ferramenta, é mais fácil registrar todas as informações e fazer análises em busca de padrões e gargalos produtivos. Com melhor conhecimento dos principais riscos práticos, o planejamento será cada vez mais efetivo.

Ao executar essas práticas, o gerenciamento de projetos na construção civil será favorecido. Portanto, não deixe de incluir tais etapas para chegar ao sucesso.

 

Sobre o autor:

Blog Noventa, Com 30 anos de experiência no mercado, a 90t.i é uma empresa especializada no desenvolvimento de softwares para o setor de engenharia com reconhecimento nacional, atuando nos segmentos de construção, consultoria, fiscalização, gerenciamento, projetos e orçamento. Fundada em Belo Horizonte, Minas Gerais, a 90t.i prima pela inovação e pela qualidade dos produtos, oferecendo aos seus clientes sistemas completos, de fácil utilização e que trazem resultados satisfatórios. Por serem voltados exclusivamente para a engenharia, nossos softwares possuem características específicas que tornam mais simples, práticas e eficientes as atividades ligadas à execução de uma obra. Desde a fase de orçamentação e planejamento, passando por todo o gerenciamento das obras até a sua conclusão, os sistemas da 90t.i reduzem a necessidade do retrabalho e os custos envolvidos no processo. E-mail de contato: noventa@noventa.com.br.

 

Imprimir

Editor

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

Li e concordo com a Política de Privacidade

Compartilhe:

Av. Prudente de Morais, 840 Conjunto 404

++55(31) 3267-0949

contato@pmkb.com.br

Seg á Sex de 09hrs á 18hrs